Casos Históricos

 

Água doce em areias costeiras / zona de rocha granítica

Caso 1- Água doce em areias costeiras ( próximo ao mar) / zona granítica.

A água doce aparece associada as areias de resistividades intermediarias. As resistividades mais altas correspondem a rocha granítica e as mais baixas a intrusão marinha. Os poços perfurados produziram vazões variando de 1.000 a 4.000 l/h.

 


Caso 2- Pesquisa geomagnetica através do magnetômetro de prótons para determinar a intensidade magnética de campo total de uma área contendo veios pegmatiticos mineralizados.

A pesquisa geomagnetica, deve ser aplicada na maioria dos casos de mineração, como uma ajuda ao mapeamento geológico desde que ela é econômica, rápida e de fácil interpretação. O caso histórico mostra na figura em 3D, anomalias de intensidade total do campo magnético, que foram pesquisados em uma área de 100x100 com medidas a cada 5 metros sobre uma região contendo pegmatiticos mineralizados. Com o resultado e possível criar uma figura em 3D e distinguir as seguintes categorias de anomalias:

1. Anomalias extremamente altas 27521 gamas. (pegmatitos)

2. Anomalias   intermediarias de 23000 a 25000 gamas. (pegmatitos alterados)

3. Anomalias fracas abaixo de 22000 gamas. (rochas)

 


Zonas de fraturas no Bedrock

Caso 3- Localizando zonas de fraturas no "BEDROCK" através da tomografia de resistividade elétrica.

Este exemplo mostra uma pesquisa de água subterrânea em rocha gnaisse. Duas zonas de fraturas foram localizadas. Os poços perfurados produziram 20.000 l/h.

 


Estudo do fundo oceânico

Caso 4- Estudo do fundo oceânico em uma zona portuaria. 

A investigação foi usada utilizando resistividade através de imagem elétrica. A espessura de lâmina d'agua é de 13 metros e não aparece na figura. Observe o dobramento da rocha conhecida como "couraça laterítica ferruginosa" formada pelo processo abrasivo do mar em sedimentos da Formação Barreiras. 

 


Cavernas calcárias

Caso 5- Detecção de cavernas em calcário usando a técnica VLF-Eletromagnetico.

Observar que a componente REAL com valores mais alto corresponde a anomalias associadas com cavernas calcárias com ramificações. Aparecem também dois "sink holes" com valores mais baixos. O poço perfurado produziu mais de 200.000 l/h.